Combate e controle de pulgas

Written by: Perla Lembi Date of published: .

As pulgas são parasitas, ou seja, formas de vida que se alimentam de hospedeiros. Esses pequenos insetos marrom-escuro gostam de temperaturas quentes e bastante umidade, por isso, em algumas regiões, eles são mais do que um simples “problema de verão”.

pulgasCães e gatos costumam pegar pulgas através do contato com outros animais ou com as pulgas do ambiente. As pernas traseiras fortes desse inseto o habilitam a pular de hospedeiro em hospedeiro ou do ambiente para o hospedeiro. (Pulgas não tem asas, por isso não podem voar!) A mordida da pulga causa coceira no hospedeiro, mas para um animal sensível ou alérgico a pulgas, essa coceira pode ser intensa e levar a perda de pêlos, inflamações e infecções secundárias de pele. Alguns animais, hipersensíveis a saliva da pulga, terão coceiras por todo o corpo, mesmo que com apenas uma mordida ou uma única pulga.

Entendendo o ciclo de vida das pulgas

Para entender como e por que as opções de tratamento funcionam, devemos compreender o ciclo de vida das pulgas, pois diferentes tratamentos modernos e os produtos preventivos funcionam em fases diferentes desse ciclo. Há muitos estágios em seu ciclo de vida: ovo, larva ou lagarta, pupa ou casulo e adulto. O período de tempo necessário para completar esse ciclo varia de acordo com as condições ambientais, como temperatura, umidade e a disponibilidade de um hospedeiro nutritivo.info_pulgas
O hospedeiro da pulga é um animal de sangue quente, como cães e gatos (ou mesmo humanos!) A fêmea adulta vive tipicamente por muitas semanas em um animal. Durante esse período de tempo, ela suga o sangue do animal duas ou três vezes e libera de vinte a trinta ovos todos os dias. Ela pode liberar centenas de ovos durante seu tempo de vida. Esses ovos caem do cachorro no quintal, tapete, e onde mais o cachorro passe seu tempo.
Esses ovos se desenvolvem no mesmo lugar onde foram deixados. Tendo um tamanho bem menor de um adulto, eles também podem se desenvolver em pequenas fissuras no piso e entre as fendas dos carpetes. O ovo depois evolui para larva. Essas pequenas larvas tipo minhocas, vivem entre as fibras do tapete, em fissuras do solo e no ambiente exterior. Elas se alimentam de matéria orgânica, escamas de pele e mesmo das fezes ricas em sangue das pulgas adultas.
As larvas crescem, se transformam mais duas vezes, e depois formam um casulo e uma pupa, onde ficam aguardando a hora certa para eclodir em um adulto. Essas pupas são muito resistentes e são protegidas pelo casulo. Elas podem sobreviver por um longo tempo, até que encontrem as devidas condições ambientais e um hospedeiro disponível. Depois elas emergem de seus casulos quando detectam calor, vibrações e exalação de dióxido de carbono, o que indica a presença de um hospedeiro. A pulga adulta recém-surgida pode pular para o hospedeiro mais próximo imediatamente.
Sob condições ideais, a pulga completa seu ciclo de vida em 14 dias. Agora imagine as dezenas de milhares de pulgas que podem surgir sob condições favoráveis.
Conhecer seu ciclo de vida permite compreender por que é importante cuidar, tanto do animal, como dos ambientes interno e externo para controlar o número de pulgas. Passar um pouco de talco no animal não adianta. Apenas limpar a casa também não adianta, e nem mesmo colocar uma coleira anti-pulgas no seu cão.

Prescrição de medicamentos

Há uma grande variedade de produtos contra pulgas hoje em dia, mas os produtos mais novos estão finalmente vencendo a frustração do controle de pulgas, com marcas populares e altamente eficientes. Em alguns casos é possível combater as pulgas tratando apenas o animal. Alguns desses produtos não combatem as pulgas adultas, mas impedem a incubação dos ovos, interrompendo o ciclo de vida da pulga. Sem reprodução, a população de pulgas se dissipa, desde que o animal não entre em contato com novas pulgas continuamente.

No ambiente

Junto a qualquer tratamento de combate às pulgas é necessário tratar os animais da casa para obter pleno sucesso. Além disso, você precisará cuidar do ambiente interno e externo. Ao cuidar do ambiente interno, é importante lavar as roupas de cama com água quente e sabão, especialmente se os cães passam tempo em sua cama. Todos os tapetes devem ser aspirados e o saco do aspirador jogado fora. A limpeza a vapor também pode matar algumas larvas. Lembre-se de que, apesar de lavar os tapetes, ainda haverá boa porcentagem de pulgas vivas, por isso algum tratamento químico pode ser necessário. Os produtos mais eficientes são os que contêm ingredientes para matar pulgas adultas e pulgas em outros estágios do ciclopulga ciclo

Não deixe de consultar seu veterinário para saber quais métodos e produtos são melhores para você e seus animais. Seu veterinário será sua melhor fonte de informação sobre pulgas. É uma batalha, portanto… boa sorte e bom controle de pulgas!