Meu animalzinho faleceu – O que devo fazer?

Written by: admin Date of published: . Posted in Geral

Descartar o corpo do animal de estimação exige, além de respeito, cuidados especiais para evitar problemas de saúde pública. Atualmente aumentam cada vez mais os vínculos emocionais criados ao longo da vida do animal e várias pessoas consideram seu pequeno como membro da família. Dessa forma, a perda de um animal de estimação é muito dolorosa, tanto para os donos, quanto para aqueles que conviveram com o mesmo. Além de ter de lidar com a tristeza pela perda de um companheiro, um dos desafios dos donos é saber o que fazer com o corpo do bichinho.

Muitas pessoas, por falta de orientação, acabam descartando o corpo do animal no lixo, enterrando-o sem medidas adequadas, nas ruas ou mesmo jogando-o em rios. Estas medidas indiscriminadas, além de representarem um desrespeito ao animal que ofereceu carinho e companhia, são anti-higiênicas e podem causar danos à saúde.

 

Algumas alternativas podem serem seguidas para orientar-nos de como descartar o corpinho de forma respeitosa e adequada à saúde pública:

 

Deixe em uma clínica veterinária

O corpo do animal de estimação, quando é deixado na clínica veterinária após a morte, é encaminhado a uma empresa cadastrada na vigilância sanitária que o recolherá e irá transportá-lo em veículo adequado até o local onde será incinerado ou enterrado de forma correta.

 

Leve a um cemitério de animais

Caso a sua cidade possua um cemitério de animais, leve o corpo de seu companheiro até o local. Lá os profissionais que cuidam do local, irão direcionar você a agir da forma correta na hora do enterro, estando de acordo com as normas da Vigilância Sanitária.

 

Leve para um crematório

Os crematórios para animais estão se popularizando e se tornando cada vez mais fáceis de serem encontrados em diversas cidades do Brasil. Caso sua cidade tenha um crematório, você pode levar o corpo do seu animal ou pedir para que o busquem para a incineração. Algumas clínicas também podem ajudá-lo encaminhando o corpo para empresa parceira. Além da certeza de que o cadáver não irá causar nenhum dano à saúde de outras pessoas, o dono terá a possibilidade de guardar como lembrança as cinzas do animal. Muitos crematórios de animais oferecem cerimônias com ou sem orações durante o processo de incineração.

 

Enterre por conta própria

Caso você deseje enterrar seu animal no quintal de sua casa, em um sítio ou em algum terreno próprio, embale o corpo num saco plástico resistente e feche hermeticamente, pois somente desta forma é possível evitar que doenças que tenham causado a morte do animal, possam ser transmitidas ao homem pela contaminação do solo e dos lençóis freáticos.

 

O fim de quem esteve ao seu lado por toda a vida deve ser digno e respeitoso, por isso procure a melhor maneira para despedir-se do seu pequeno.